11 de jul de 2018

O PROBLEMA NÃO É O CARBO, É A GULA!

Oiii, tudo bem com vocês?

            Hoje trago uma reflexão sobre hábitos alimentares, quero conversar com você sobre a dieta do momento que tem bombado nas redes sociais, a dieta Low Carb, que é aquela dieta que você diminui o consumo de carboidratos para impedir que esse carbo (glicose) se transforme em gordura (lipídios) no corpo. 
            Muitos têm apontado essa dieta como a resolução para os problemas de sobrepeso, mostrando perdas de peso significativas, com isso, muita gente tem buscado esse método e de um dia para o outro diminuem a ingestão de alimentos ricos em carboidrato sem nenhum acompanhamento de um nutricionista, apenas seguem o exemplo que outras pessoas compartilham em seus redes sociais e acabam restringindo excessivamente a quantidade de nutrientes ingeridos e acabam tendo um efeito rebote ( o efeito rebote ocorre quando o resultado obtido é o contrario do que se pretendia, então no caso, em vez de emagrecer a pessoa passa a engordar tudo o que havia perdido e passa apresentar efeitos de uma crise metabólica).



           Por isso, quero compartilhar com vocês algumas informações encontradas em artigos científicos para que assim você possa buscar a melhor forma de emagrecimento para o seu corpo. Pesquisas demonstraram que pessoas que foram submetidas a dieta Low carb apresentaram uma perda de peso equivalente ao grupo de pessoas que fizeram a dieta Low Fat ( Low fat é a dieta que se diminui a ingestão de gordura). É importante ressaltar que nas duas dietas o balanço calórico foi o mesmo, ou seja, as dietas eram diferentes mas o consumo calórico ( as calorias) era o mesmo. Nesse estudo ficou provado que a quantidade de carboidrato que era transformada em gordura era muito pequena e o que contribuiu para o emagrecimento do grupo que estavam fazendo a dieta Low Carb foi a baixa ingestão calórica.

           O que se conclui deste artigo é a seguinte afirmação: O que realmente importa para a perda de peso não é o tipo de dieta que a pessoa esta sendo submetida, mas sim se o balanço energético está sendo negativo (balanço energético negativo é quando a pessoa gasta mais calorias do que consome), mas ATENÇÃO: Isso não significa que a pessoa precisa passar fome para emagrecer, isso demonstra que para se perder peso é importante uma alimentação balanceada rica em nutrientes que ajudam no funcionamento do corpo combinado de atividade física regular. Por isso, eu defendo a importância de uma reeducação alimentar, onde as pessoas comam de tudo e saibam o que funciona melhor em seu corpo e atividade física regular feita de forma prazerosa.

              Você não precisa se privar de comer o que gosta, desde que você tenha conhecimento do que aquele alimento irá te proporcionar e busque comer de forma CONSCIENTE evitando cometer a GULA.

" O carboidrato não é o vilão, a gula sim!"



            É importante que você procure um nutricionista para te auxiliar em um programa alimentar que atenda a necessidade do seu corpo e traga bons resultados sem grandes restrições.


Qualquer dúvida pode deixar aqui os comentários! ;) 

Um grande beijo e até mais!

4 comentários:

  1. Muito bom espero controlar minha gula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é fácil controlar né! ainda mais quando é a comida preferida kkk mas vou compartilhar dicas por aqui na próxima semana para ajudar a controlar a gula! acompanhe o blog para não perder ;)

      Excluir